Uma frase simples, porém de grande significado para o povo Ticuna que luta, dedica sua energia, talentos, tempo e ardor missionário para atualizar sua formação na Igreja e na sociedade por um mundo melhor.

É tempo de seca na Amazônia de agosto a outubro, período em que os igarapés viram campos de futebol ou de vôlei e aparecem várias praias no rio Solimões.  A terra racha por falta de chuva, tornam-se difíceis as viagens e o transporte de mercadorias.

É neste período que a Igreja no Brasil convida as comunidades a aprofundar a Palavra de Deus, no mês da Bíblia, com a mesma certeza de Pedro: “Senhor tu tens Palavra de vida eterna” (Jo 6,60-69).

Em resposta a este convite da CNBB, a Paróquia São Francisco de Assis, em Belém do Solimões-Amazonas, organizou o 17° encontrão de jovens nos dias 26 a 30 de setembro com o tema: Jovem com a Bíblia na luta pelos seus sonhos, assessorado pelos Freis Capuchinhos com o auxílio de uma irmã de Santa Catarina de Alexandria e nós, Missionárias da Imaculada. Cerca de 100 jovens Ticunas de diferentes comunidades participaram com muito entusiasmo, enfrentando corajosamente os desafios climáticos.

A formação havia sido feita primeiramente com um jovem ticuna que sabia falar português, e assim ele fazia o repasse para melhor ajudar os jovens a entender o tema na sua própria língua.

Foram três dias de formação intensa de introdução à Bíblia.  O estudo iniciou com o Pentateuco, os cinco primeiros livros da Bíblia – a Torá (Lei). Os participantes foram divididos em grupos para apresentarem em forma de teatro o que haviam compreendido desta primeira parte da Bíblia.

As apresentações sobre a criação, o sacrifício de Isaac, a ação de Moises para libertar o povo de Israel da escravidão e outras evidenciaram o envolvimento dos grupos nos temas e a criatividade dos jovens.

Em seguida, foram estudados os Profetas maiores e menores e a cada grupo foi perguntado quais mudanças estão acontecendo nas suas comunidades, que dificuldades e desafios eles enfrentam para seguir o caminho de Deus.  As respostas surpreenderam: a modernidade e a internet (que de um lado ajudam, e de outro fazem perder a amizade com os mais próximos), as drogas, as bebidas alcoólicas, as diferente Igrejas que desafiam sua fé, os amigos que levam para um caminho ruim, filhos divididos entre pai-madrasta ou mãe-padrasto, falta de recursos para melhorar a vida, suicídios, doenças, distância entre uma comunidade e outra, etc., inúmeros desafios para a cultura Ticuna.

Passando para o Novo Testamento, foi retratada a pessoa de Jesus que quer reunir toda a humanidade em uma única família em que todos são irmãos e irmãs, pois o Reino de Deus não é mais aliança apenas com um povo, mas aberto a todos os povos, em todos os lugares, em todos os tempos. Ao final da formação foi preparada uma maratona bíblica com prêmios, motivando bastante os grupos.

A paroquia de Belém do Solimões é um centro de formação para os Ticunas, especialmente para os jovens que estão engajados na catequese, nas visitas missionárias, na caminhada vocacional, na celebração da

Palavra aos domingos, etc., uma ponte que os ajuda a atravessar os desafios que eles encontram no dia a dia da sua caminhada cristã. Além disso, encontros como este, com jovens de diferentes comunidades e paróquias favorece a troca de ideias, de experiências e o enriquecimento mútuo.

Nada melhor para fechar o encontro com chave do ouro do que um belo passeio na praia debaixo de um forte sol. Se sabe muito bem que nada pode mudar o entusiasmo dos jovens quando se tem dia de passeio, e as Irmãs e os Freis Capuchinhos pegaram carona na grande diversão!

Ir. Sunitha Pamula, Comunidade Interprovincial Santa Rita do Weil

0 Comentários

Envie uma Resposta

©2022 Missionárias Da Imacolada PIME - credits: Mediaera Srl

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?