A Missão nasce no coração de Deus Pai, compadecido pelos gemidos de seu povo. Deus sente compaixão por suas ovelhas e elege do meio de seu rebanho, mensageiros da Boa nova da Salvação.

A Missão cresce no coração das missionárias e missionários, envolvidos/das pela consolação da misericórdia de Deus, sentem ardentemente o anseio de anunciar o amor do Pai no mundo inteiro.

A Missão se desenvolve na humanidade, aparentemente como um grão de mostarda, em analogia com o mundo e as realidades gritantes onde a vida é ameaçada de tantas maneiras, sua ação vai crescendo inesperadamente.

Deus não desiste de seu povo jamais! A Missão é a carta de amor do Pai por cada ser humano. Escrita, com o sim, a doação, o suor, o sangue e a vida dos/as escolhidos/as e chamados/as para anunciarem a boa Nova do Reino a todos os povos.

Contagiada pelo ardor missionário, disse o meu pobre sim ao Pai. Sou baiana natural de Feira de Santana, mais conhecida como a “Princesa do Sertão”, pois é a porta de entrada para o sertão baiano. A primogênita de cinco filhos, fui criada por minha avó paterna, que desde criança ensinou-me os valores da vida, entre eles os valores cristãos.

Logo depois de receber os sacramentos da Iniciação Cristã, comecei o engajamento na comunidade, assumir compromissos e responsabilidades. O tempo foi passando e por mais que me doasse, sentia-me insatisfeita.

Questionava-me: O que estava faltando? Pois, sendo catequista, coordenadora de grupo de jovem e animadora da comunidade, além de trabalhar em uma multinacional e cursar Designer em Moda.  O que mais eu estava procurando?

Em um belo dia estava participando, de um curso básico de teologia para Leigos, quando ouvi a Irmã Regina da Costa Pedro (MdI), assessora do Módulo sobre Doutrina Social da Igreja. Então ela partilhou sua experiência missionária nos Camarões.

Naquele instante meu coração bateu mais forte, o que senti naquele momento, as palavras são insuficientes para descrever, mas a única coisa que disse para minha amiga que estava sentada ao meu lado: É assim que eu quero ser! Nas palavras da Me. Igilda:  “Achei quero ser missionária”.

A paixão pela Missão, o desejo ardente de ser apóstola, nasceu quando eu menos esperava, porém nunca mais eu tive sossego, enquanto eu não me entreguei à Missão.

Quase sete anos já se passaram, mas a alegria de saber que eu posso ser uma missionária Ad gentes, Ad extra e Ad vitam, só aumentou. Atualmente sou noviça do 2º ano das MdI, concluindo a experiência apostólica consagrada, no norte do Brasil: Parintins- AM. Em uma realidade além-fronteiras dentro do meu próprio país.

Cada dia mais atraída e apaixonada em continuar a Missão que o próprio Cristo deixou para seus discípulos e discípulas:Ide por todo o mundo e anunciai a Boa Nova…. Continuar a Missão de Jesus é um grande desafio; a opção pelos pobres, pela justiça, por vida em abundância para todos. É anunciar, mas é também denunciar os sistemas capitalistas e anti-Reino da sociedade atual.

Porém, o próprio Jesus continua dizendo: …eis que estou convosco até o fim dos tempos”.

Quem adere ao projeto do Reino de Deus não caminha sozinho, além da presença do Emanuel, Deus-conosco, vive em comunidade.

Convivendo como irmãos e irmãs. Este é o primeiro anúncio do Reino de Deus acontecendo em nosso meio. Quero ser missionária: desejo anunciar o teu Reino de amor, nos campos do mundo, ser uma semeadora. Assim, como fez Jesus Apóstolo do Pai não cansou de lançar a semente, jamais! Assim, como fez Jesus incansável Missionário que doou sua vida num gesto tão louvável.

Ir. Marivone Miranda
Brasil

0 Comentários

Envie uma Resposta

©2019 Missionárias Da Imacolada PIME - credits: Mediaera Srl

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?