A perseverança produz a experiencia comprovada, a experiencia comprovada produz a esperança.  E a esperança não decepciona, pois o amor do Deus foi derramado em nossos corações pelo Espirito Santo nos foi dado (Rom 5,4-5)  

Esta frase de São Paulo realmente aconteceu e está acontecendo na vida da comunidade Ticuna Nova Prosperidade bem perto do distrito de Santa Rita que pertence à paróquia São Paulo de Olivença, diocese do Alto Solimões.

Entrando nos detalhes … esta comunidade enfrentou muitas dificuldades e desafios na caminhada da fé, mas confiando em Deus e em Nossa Senhora de Guadalupe está caminhando para frente. A comunidade já estava sendo acompanhada pelo vigário de SPO e em seguida pela missionária Vitalina (da comunidade Aliança de Misericórdia).

Em 2018 chegando em Santa Rita, as MdI continuaram acompanhando-a com celebrações, com a ajuda na tradução pelo cacique sr. Laureano e pelo seu filho. Ambos já vinham frequentando a formação para dirigente e catequista em língua Ticuna na paróquia de Belém dos Solimões (centro de formação em lingua Ticuna). Sendo que eles pediram o batismo, contamos com a ajuda do futuro diácono de Belém dos Solimões Sr. Altino e do grupo missionário de Vendaval sob a orientação do pároco de Belém dos Solimões, Frei Braghini, profundo conhecedor da língua e da cultura Ticuna.

Com uma presença mensal, junto com as MdI, o grupo fazia celebrações da Palavra e catequese para fortalecer e aprofundar a fé. No dia 30 de novembro foram celebrados os primeiros 12 batizados de crianças e já ficou confirmado o batismo de adultos para 2020.    

O sonho que a comunidade tem é de construir a sua própria capela, pois até agora o povo se reúne na escola, numa casa de família ou na casa comunitária. A Prefeitura prometeu construir uma escola maior para esta comunidade mas o projeto chegou só até a metade  devido ao desvio da verba.  A capelinha no momento é também escola de propriedade do cacique.  O que a comunidade deseja é que a escola se transfira para um local apropriado.

 Pela primeira vez a comunidade celebrou com muita alegria o Tríduo da festa de Nossa Senhora de Guadalupe, pois ela é a sua padroeira.

 A comunidade pediu para confeccionar camisetas com a estampa de N.Sra. de Guadalupe, a bandeira e pela primeira vez hasteou  o mastro.

No primeiro dia a celebração foi presidida pelo grupo missionário de Vendaval, no segundo dia pelas MdI. No terceiro dia realizou-se a cerimonia do hasteamento do mastro. Estiveram presentes outras comunidades Ticuna e famílias Ticunas de Santa Rita.  A festa foi solene. E a caminhada continua…

Ir. Sunitha Pamula, Comunidade interprovincial, BRS

0 Comentários

Envie uma Resposta

©2021 Missionárias Da Imacolada PIME - credits: Mediaera Srl

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?